live for today. hope for tomorrow

Posted in Uncategorized by João-Pedro Cordeiro on 22/11/2010

como maré que aconchega as rochas, vens e vais. vens e vais da minha vida. sem aviso. indecente e insolente. suavemente, destróis. corróis. sem dó ou piedade, os restos de mim ficam para ser varridos. vai-se o estuque. uma vez. duas e três. mas a alma é grande e as fundações não abalam. quiçá, oportunamente. fosse eu mais que um simples deambulo, olharias os meus olhos? agarrarias a minha mão? gritarias o meu nome na escuridão? a minha expressão artística toca-se com o coração. é música da mais bela, da mais sincera. não tem notas ou pautas. somente palavras. acções, talvez. não terei dedos que dedilhem cordas, que em diapasão te comprem o coração. mas esse, posso prometer, sei tocá-lo tão bem, como quem dedilha as cordas em diapasão.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: